quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Porque decidi fazer intercâmbio?

E aí galera!! Tudo bem com vocês?

Bom, antes de começar a falar sobre o título do post, quero contar pra contra pra vocês que faltam apenas 3 fucking SEMANAS para a minha viagem... E eu já estou começando a surtar um pouquinho com tanta coisa que ainda falta, querendo parar o tempo a todo custo, mas isso é assunto pra outro post.
Eu, neste exato momento O.O
Hoje eu vim aqui falar sobre as minhas motivações para essa mega mudança. Inicialmente, é preciso ponderar vários pontos antes de decidir fazer um intercâmbio, como por exemplo:
- Qual o seu objetivo para fazer intercâmbio?
- Estou pronto para essa experiência?  
- Qual lugar escolher?
- Vou ter dinheiro suficiente para sobreviver ao longo dos meses?

Conseguindo responder questões como essa, você já consegue ter minimamente a base para sustentar a ideia de participar dessa experiência. Bom, e quanto a mim? Porque fazer intercâmbio? E porque em Portugal? E porque em Coimbra? Segue comigo que vou desenrolar todas estas questões.

1. Porque decidir fazer intercâmbio?


Desde que entrei no ensino médio e fiquei sabendo que era possível estudar no exterior, fui buscar informações acerca de programas de intercâmbio. Lembro-me de acompanhar um ex-colega meu que fez um curso de verão na Europa, e voltou contando 1001 maravilhas sobre as coisas que ele vivenciou, e nisso fiquei 101% interessado na ideia. Desde então, conversava com colegas sobre essa experiência (Inclusive minha amiga Wanessa, que vai comigo <3). Porém, todavia, aliás, entretanto, um curso de verão custava caro e eu não tinha a mínima condição de poder ter essa experiência :(... Mas a vontade de estudar fora, de conhecer novas culturas e vivenciar uma nova perspectiva de mundo continuaram comigo.

Após entrar no ensino superior, descobri que ainda havia uma possibilidade disso se concretizar. A minha universidade, a UEFS, possui uma bolsa de mobilidade estudantil que permite aos alunos de graduação realizar mobilidade acadêmica na Europa e América do Sul. Pensei comigo "Agora vai". Tive contato com diversas pessoas que realizaram intercâmbio que, sempre que voltavam, contavam todas as coisas boas e ruins também que vivenciaram, o crescimento pessoal e acadêmico que adquiriram. Com tanta história, a vontade de tentar a bolsa só aumentou. Desde então comecei a pesquisar sobre as universidades que tinham parceria com a UEFS; e a me PLANEJAR (Em caixa alta e negrito, porque é extremamente importante planejamento para uma mudança dessas) para ir atrás desse sonho antigo.

2. Porque Portugal?
"Sou Lindo" MUNDO, O melhor do.
Estaria enganado todos se não falasse que a primeira razão a escolher Portugal é quanto ao idioma. Para uma pessoa que não tem certificado de línguas, e as principais experiências em inglês se resumem ao app do Duolingo, My English Online e às aulas de inglês do colégio onde só ensinaram o verbo TO BE; ficaria complicado escolher um pais de outro idioma. Mas isso não diminui o fato da escolha por este país.
Portugal é um país com excelentes universidades, tendo 4 entre as 500 melhores universidades do mundo. É um país que recebe estudantes de todo canto do mundo todo ano. Possui um grande aporte de produções científicas nas mais diversas áreas de ensino. O custo de vida no país também foi outro fator importante na escolha do país e da cidade.

3. Porque Coimbra?
Tem com não se encantar com uma foto dessas??
Atravessada pelo Rio Mondego, Coimbra é uma pequena cidade portuguesa, com seus pouco mais de 105.842 habitantes (Censo da ONU de 2011), mas que possui uma rica diversidade cultural. É uma das cidades de Portugal que mais recebe estudantes estrangeiros, principalmente em razão de possuir uma das universidades mais antigas do mundo e a mais antiga de Portugal, sendo declarada Patrimônio Mundial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), a Universidade de Coimbra (UC).
Relaciono a minha área, a Educação Física, a UC foi considerada, entre 2010 e 2012, a melhor universidade europeia para prática esportiva, pela European University Sports Association (EUSA), e recentemente sediou os Jogos Europeus Universitários de 2018. Possui uma infraestrutura de qualidade com o Pavilhão Multidesportos de Coimbra, Estádio Cidade de Coimbra, Estádio Universitário, Centro Hípico, Seção de Desportos Náuticos da AAC, Complexo de Piscinas Olímpicas, Piscinas do Mondego, além de mencionar a sua grade de disciplinas riquíssima.

Bem, essas foram as minhas considerações e pontos que me levaram a essa jornada. E você? Tem vontade de realizar intercâmbio? Conta ai nos comentários.

Nos encontramos na próxima postagem!